Dia do Professor merece ser comemorado

Professores que ainda resistem no mercado, precisam comemorar essa persistência

Por - Editorias: Atualidades
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Você sabia que uma das profissões mais antigas que existem é a de professor? Pois é, o filósofo grego Sócrates era professor de Platão. E isso foi há pelo menos 25 séculos. No Brasil, em 1963, decreto do presidente João Goulart instituiu o dia 15 de outubro como Dia do Professor.

Segundo a professora Noeli Prestes Padilha Rivas, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, essa classe de trabalhadores não tem muito o que comemorar, mas tem ao que resistir, pois tem trabalhado com pouco reconhecimento e por isso merecem essa data.

A professora lembra que o Brasil vive um momento delicado, com políticas públicas descontínuas, arrocho salarial, condições de precarização da profissão e passando por uma resistência. Noeli ressalta a necessidade de mais foco na formação de professores bem qualificados e na formação social dos alunos como seres humanos. “Estamos em um dos momentos mais cruciais quando se fala de política e educação”.

Por: Vitória Junqueira

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados