Descoberta de sistema planetário vem com promessa de surpresas

Mais numeroso sistema de planetas conhecido fora do sistema solar tem três planetas na zona habitável de sua estrela

cab_steiner

logo_radiousp790px00_zero

Exoplanetas que orbitam a estrela anã Trappist-1, a cerca de 40 anos-luz da Terra, podem ter água líquida - Ilustração: ilustração: NASA/JPL-Caltech via Wikimedia Commons
Exoplanetas que orbitam a estrela anã Trappist-1, a cerca de 40 anos-luz da Terra, podem ter água líquida – Ilustração: ilustração: NASA/JPL-Caltech via Wikimedia Commons

Há algumas semanas, um time de astrônomos europeus e americanos descreveu  o Trappist-1, um sistema de sete planetas do tamanho da Terra, localizados a apenas 40 anos-luz de distância de nós – o que é relativamente perto considerando as dimensões cósmicas. Por sua posição, três deles poderiam ter água em suas superfícies, possibilitando a existência de vida. Em sua coluna Entender Estrelas, na Rádio USP, o professor João Steiner comenta os próximos passos na investigação deste sistema.

Textos relacionados