Cracolândia, problema sem solução definitiva afirma coordenador do Grea

Prefeitura se vira como pode na tentativa de melhorar o atendimento aos usuários de drogas da região da Cracolândia

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Há problemas que parecem insolúveis na cidade de São Paulo. A Cracolândia é um deles: de um lado, a prefeitura não consegue retirar os usuários do local, de outro, a polícia, por mais que tente,  não tem êxito em acabar com os traficantes. Em meio a isso, os pontos de uso de drogas vêm se espalhando pela cidade.

Para pelo menos tentar melhorar o atendimento aos usuários, a prefeitura encarregou-se de espalhar postos móveis em diversos locais. Eles estão na Lapa, em Cidade Tiradentes, M´Boi Mirim, Santana, Santo Amaro e em Vila Mariana.

Sobre esse assunto, o repórter Fabio Rubira conversou com André Malbergier, professor colaborador do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP e coordenador do GREA (Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas). Ele atua na Assistência, Ensino e Pesquisa na área de Álcool e Drogas há 28 anos.

Vamos ouvir a entrevista.

logo_radiousp

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados