Colunista fala de como são tratados os gêneros nas redes sociais

A mudança principal, que pouca gente vê no mundo digital, é uma mudança de comportamento, de encarar a sociedade e o mundo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jogo Lara Croft - Foto: Reprodução
Jogo Lara Croft – Foto: Reprodução

logo_radiousp_790px
.
Os criadores de games, tanto no Brasil quanto no exterior, são provenientes de um mundo basicamente masculino, em que o gênero é muito demarcado, preso a ícones como os de  homens musculosos e de mulheres com roupas esvoaçantes. Mas isso deve mudar, na visão do colunista Luli Radfahrer, que prevê que, num futuro próximo, “a ideia de gênero vai ser um interesse pessoal do indivíduo, do mesmo jeito que é hoje o interesse de se gostar de surfe ou futebol”.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados