Colunista avalia tratamento da mídia americana a Donald Trump

Em sua coluna no jornal “The New York Times”, Paul Krugman critica o candidato à Presidência e a postura dos veículos de comunicação

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

20161003_Thrump_colunistascarlos
Foto: Divulgação

O professor Carlos Eduardo Lins da Silva comenta, na coluna desta semana, a análise feita pelo economista Paul Krugman sobre o tratamento da mídia americana a Donald Trump. A avaliação de Krugman foi publicada no jornal The New York Times, no qual é colunista há pelo menos 15 anos. O economista ressaltou que, uma vez que as propostas de Donald Trump extrapolam os limites da democracia, a mídia não deveria conceder a ele o mesmo espaço que concede à sua concorrente, Hillary Clinton, a fim de resguardar a democracia americana.

Sobre o que Krugman chama de “culto de tratar os dois lados de maneira igual”, em referência à isenção e objetividade jornalística, Lins da Silva afirma que esses conceitos já não podem ser tratados como absolutos. Eles podem ser vistos como possíveis, mas alguns grupos não se furtam às críticas a Trump por considerá-lo um inimigo da democracia americana.

Acompanhe a coluna do professor Carlos Eduardo Lins da Silva:

logo_radiousp790px

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados