Clima de instabilidade e tensão envolve julgamento da chapa Dilma/Temer

O mandato do presidente Michel Temer está ameaçado, colocando em risco o ajuste econômico iniciado pelo governo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

As atenções de toda a nação estão voltadas para Brasília, onde tem início hoje (4)  o processo de cassação da chapa Dilma/Temer, a qual disputou as eleições de 2014. Em sua coluna para a Rádio USP, o cientista político José Álvaro Moisés argumenta que, sete meses depois do impeachment de Dilma Rousseff, uma nova onda de instabilidade pode levar a uma outra mudança de governo. Se o TSE considerar que houve de fato abuso de poder político e econômico, acusação que pesa sobre a chapa Dilma/Temer, o mandato do atual presidente Michel Temer pode ser interrompido, com tudo que isso possa representar para a estabilidade política e a continuidade do processo de ajuste econômico já iniciadas pelo governo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados