Ciro Marcondes elucida as relações entre ciência e opinião

Opinião sem embasamento científico não é um saber, mas também não é um preconceito

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

cab_ciro_marcondes

"Banquete" de Platão - Foto: Wikimedia Commons
Banquete de Platão – Foto: Wikimedia Commons

Na coluna “Ciência Feliz” desta semana, o professor Ciro Marcondes Filho fala sobre ciência e opinião. Ele recupera um diálogo do Banquete de Platão, no qual Diotima revela a Sócrates que a opinião se posiciona entre o saber e a ignorância.

Marcondes lembra, no entanto, que a opinião não é necessariamente um preconceito, ou seja, uma ideia recebida e assimilada passivamente.

O professor assume que, por vezes, a ciência tem o papel de calar a opinião, mas recorda o filósofo francês Gaston Bachelard ao afirmar que, perante a ciência, a opinião não passa de um obstáculo epistemológico. Bachelard também dizia que o mundo que se pensa não é o mundo em que se vive, para pensar é preciso viver. De acordo com Marcondes, esta é a síntese do conhecimento empírico.

Ouça a coluna completa:

logo_radiousp

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados