Chegada do inverno aumenta preocupação com a saúde dos mais vulneráveis

O professor Paulo Saldiva diz que cardíacos e indivíduos com problemas respiratórios são os que mais sofrem nesse período

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O inverno chegou, trazendo um pacote de preocupações para aquelas pessoas mais suscetíveis a sofrerem com as baixas temperaturas. O frio aumenta o metabolismo e a frequência cardíaca como meio de gerar mais calor. Com isso, pessoas que já sofrem com problemas cardíacos tendem a dobrar suas preocupações, da mesma forma que os portadores de diabete, os idosos e as crianças, além, é claro, dos indivíduos que sofrem com problemas respiratórios.

Nas noites mais frias, quando as temperaturas caem abaixo de 18 graus, a mortalidade por doenças cardiovasculares e respiratórias  é uma ameaça sempre à espreita, chegando a ser de mais de 50% . Para combater o frio, não há outro jeito, a não ser agasalhar-se bem, principalmente nos períodos mais gelados do dia. O inverno é um período que demanda muita atenção, sobretudo em relação aos moradores de rua. Confira acima o link com o comentário do professor Paulo Saldiva.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados