Cabe aos deputados e senadores afastar parlamentares, diz Singer

Supremo Tribunal Federal discute de quem é a decisão final sobre interromper mandatos de membros do Congresso

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Em meio à longa crise política do país, o Supremo Federal Tribunal (STF), apoiado pelo opinião pública, afastou o ex-deputado Eduardo Cunha do seu mandato no dia 5 de maio de 2016.

Agora, o STF discute se a decisão de retirar deputados e senadores do cargo a que foram eleitos deve ou não ficar sob responsabilidade dos próprios parlamentares. “Segundo entendo, essa é uma prerrogativa do próprio Congresso Nacional”, diz André Singer. Esse questionamento vem no momento em que Aécio Neves está impedido pelo STF de exercer a sua função como senador.

A votação da denúncia que pode afastar o presidente Michel Temer é outra questão que deve tomar a agenda do Congresso nos próximos dias. Singer lembra da decisão política que provocou o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff e como existe uma maioria relativa que busca preservar o mandato do atual presidente.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados