Brasil vive hoje sob o império da anomia

A opinião é do professor Renato Janine Ribeiro em seu comentário semanal para a Rádio USP

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Segundo o professor Renato Janine Ribeiro, o Brasil vive hoje em estado de anomia, ou seja, uma ausência de lei. É muito comum, nos dias de hoje, ouvir-se todo tipo de difamação, calúnia ou de ofensa. Verdadeiras barbaridades são ditas sob a justificativa de que se está exercendo uma bizarra concepção de liberdade de expressão. “É bom deixar claro que todas as liberdades também convivem com a liberdade do outro, quer dizer, a liberdade de uma pessoa não inclui o direito de ofender, de insultar, de caluniar outras pessoas”, diz o colunista. É a velha história: respeitar para ser respeitado.

Denúncias sobre pessoas que violaram a lei estão se tornando tão triviais que, quando pegas no flagra, essas mesmas pessoas reagem com um descaso que o colunista considera espantoso. Houve um momento em que se pensou que isso estava mudando – ledo engano. A opinião pública parece não acreditar que a enxurrada de denúncias divulgadas nas últimas semanas ou meses vá dar em alguma coisa. Reage-se a elas com apatia e cinismo. É a anomia em ação. No entanto, é preciso reagir a tudo isso, diz o colunista. “Ou o  Brasil vai manifestar, pela opinião pública e pelas instituições, uma reação a isso tudo, ou nós vamos piorar cada vez mais.”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados