Acidente Vascular Cerebral pode ser prevenido

A prevenção do AVC acontece pelo controle dos fatores de risco, como, por exemplo, a pressão arterial

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail

Nesta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre a prevenção do Acidente Vascular Cerebral (AVC).  Esclarece sobre alguns fatores de risco, como a pressão arterial, diabete, colesterol, fibrilação atrial, tabagismo, estenose carotídea e apneia obstrutiva do sono. O professor alerta que há um grande risco para aqueles que já sofreram AVC terem novamente, por isso a prevenção secundária, que é a investigação da causa, e depois o planejamento do tratamento são importantes.

Os sintomas do AVC podem aparecer como fraqueza ou dormência súbita de um lado do corpo; dificuldade súbita para falar ou entender; perda súbita da visão; dificuldade de coordenação para andar e, em alguns casos, cefaleia muito forte. O colunista ressalta a importância de ligar para o  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 192, que tem equipe preparada para atender tais casos. Ouça acima, na íntegra, o comentário do professor Octávio Pontes Neto.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail

Textos relacionados