Trágica ironia nos últimos ataques na Alemanha

O autor do tiroteio no Shopping Center de Munique, é um garoto de 18 anos de nacionalidade alemã e origem iraniana

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Ouça a ítengra da coluna da professora Marília Fiorillo  na Rádio USP

logo_radiousp790px

20161013_angela_colunistamarilia
Angela Merkel – Foto: Glyn Lowe/Visual Hunt

A declaração da chefe de governo alemã, Angela Merkel, sobre a série de atentados no país, ao reafirmar que manterá sua política de asilo aos refugiados, é um exemplo de serenidade, coragem e responsabilidade na vida pública,  e o melhor antídoto ao clima de pânico, ódio e xenofobia, que só traz dividendos para a extrema-direita e pode causar danos irreparáveis às liberdades civis. O autor do tiroteio no Shopping Center de Munique, um garoto de 18 anos de nacionalidade alemã e origem iraniana, era um extremista de direita, que se orgulhava de ter nascido no mesmo dia de Adolf Hitler e prometia eliminar todos os ‘estrangeiros’. Ironicamente, a maioria de suas vítimas foi de jovens imigrantes.

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados