Atendimentos por acidentes de trânsito crescem em hospitais

Aumento de atendimentos em pronto-socorros municipais de São Paulo é de 18,9%, segundo Secretaria Municipal

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

.
Na coluna “
Saúde e Meio Ambiente” desta semana o professor Paulo Saldiva, diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, volta a comentar sobre os acidentes de trânsito.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura da cidade de São Paulo mostram que o número de pessoas atendidas por acidentes de trânsito em prontos-socorros municipais aumentou 18,9%, no primeiro semestre de 2017, em comparação com o mesmo período do ano passado. Entre janeiro e julho deste ano, 6.118 pessoas ficaram feridas em acidentes no trânsito — contra 5.146 no primeiro semestre de 2016.

Saldiva cita o caso ocorrido no último dia 11, em que o motorista Mateus de Jesus Souza, 19 anos, atropelou e matou quatro pessoas na Rodovia Geraldo Scavone, em São José dos Campos. As vítimas atendiam um motociclista envolvido em um outro acidente de trânsito na mesma rodovia. O jovem foi preso no mesmo dia pela Polícia Militar e será indiciado por homicídio com dolo eventual.

O professor criticou como “permitimos que pessoas com comportamento perigoso, que tenham dependência química, voltem a dirigir”, referindo-se à suspeita de que Souza estava embriagado no momento do atropelamento. Ele também reforçou a importância de se “criar as condições políticas” para que a operação Lei Seca volte — bem como a fiscalização de velocidade — e defende o aumento do valor das multas por direção imprudente.

Confira a íntegra da coluna, acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados