As fronteiras e o limite da globalização

As fronteiras não podem impedir o ir e vir das pessoas em um mundo globalizado e em que se respeita o exercício pleno da cidadania

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

20161019_fronteiras_colunistadallari
Divulgação

Como fazer com que a noção de globalização conviva com os limites impostos pela fronteira? Afinal, a própria integração em regiões de fronteira leva a um livre trânsito de pessoas que moram de um ou do outro lado de países que se delimitam territorialmente. São situações comuns, e seria estranho impor limites ao trânsito de pessoas em regiões fronteiriças. A cidadania, afirma Pedro Dallari, tem de ser reconhecida universalmente.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados