As dietas da moda podem ser prejudiciais à saúde

Alerta é da professora Rosa Wanda, do curso de Nutrição da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Dieta da Sopa, dieta da USP, dieta do Atum, dieta dos Sucos, da Lua, do Tipo Sanguíneo, do dr. Atkins, de South Beach… Quem nunca ouvir falar de pelo menos uma dessas dietas que prometem emagrecimento rápido?

São as dietas da moda, aquelas que prometem milagres, mas não se sustentam a médio e a longo prazo. Além do mais, essas dietas podem ser prejudiciais à saúde.

Um exemplo é a dieta do atum. O peixe possui ômega 3, mas é um dos que mais possuem metais pesados  –  ingerir atum com muita frequência no período curto, como recomenda a dieta, pode fazer com que os metais pesados fiquem acumulados no organismo humano.

O alerta é da professora Rosa Wanda, do curso de Nutrição da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP. Para ela, milagres não existem e o emagrecimento ideal é aquele que é proporcionado pela reeducação alimentar, aliada a uma rotina de atividades físicas.

 

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados