Acontecimentos recentes esquentam ainda mais a temperatura em Brasília

A partir de agora, a Operação Lava Jato terá de ter muito cuidado ao encaminhar as investigações sobre as pessoas envolvidas no processo

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

logo_radiousp790px

Senado em sessão deliberativa extraordinária - Foto: Pedro França/Agência Senado
Senado em sessão deliberativa extraordinária – Foto: Pedro França/Agência Senado

Dois acontecimentos recentes elevaram ainda mais a temperatura do já aquecido cenário político nacional. Em primeiro lugar, a decisão inicial do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, de afastar o senador Renan Calheiros da presidência do Senado Federal, impossibilitando-o de assumir cargos na linha sucessória do presidente Michel Temer, à qual se seguiu uma segunda decisão, esta do plenário do STF, que manteve a posição de retirar Calheiros da linha sucessória do presidente da República, mas o conservou à frente do Senado. O segundo episódio, igualmente polêmico, foi a divulgação, ainda que extraoficial, da delação premiada de um ex-executivo da Odebrecht, segundo a qual a maior parte dos partidos políticos – inclusive toda a base de sustentação do governo Temer – está comprometida com o recebimento de propinas e de recursos daquela construtora. O cientista político José Álvaro Moisés analisa as consequências políticas de ambos os eventos para a qualidade da democracia.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados