A materialidade dos livros, no comentário de Marisa Midori

É preciso evitar o contato do livro com a água e com as altas temperaturas, que deformam o papel e degradam a cola

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Foto: Visualhunt
Foto: Visualhunt

A historiadora Marisa Midori escolheu como tema de sua coluna a materialidade do livro,  que se vale de  papel, tinta e cola como matérias primas. Ela observa que, para ser durável, o livro não depende apenas da utilização de materiais de qualidade, mas também do bom uso que dele se faz.

No entanto, as condições de conservação e de preservação de um livro se tornam um pouco mais complexas quando se fala de volumes antigos, como os pergaminhos, por exemplo. Há histórias até mesmo de livros feitos com pele humana.

logo_radiousp

.

.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados