A crise política anuncia o esgotamento do sistema político brasileiro

Para Rodrigues, a sociedade brasileira tem passado a mensagem de que deseja um novo jeito de fazer política

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Brasília - Sessão para votação da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados. ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília –  Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“A crise política que vivemos hoje não está revelando somente o fim do ciclo de vida e de hegemonia do PT. Essa crise está evidenciando também o esgotamento da forma atual como o sistema político brasileiro tem se organizado na nova República.”

A frase é do sociólogo Augusto Rodrigues, que, em sua coluna para a Rádio USP, afirma que o atual sistema político eleitoral brasileiro, fruto da Constituição de 1988, não está mais dando conta da governabilidade política da nação e das mudanças que o Brasil tem vivenciado. De acordo com Rodrigues, a sociedade não aceita mais a forma de fazer política dos últimos 30 anos.

 

logo_radiousp790px

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados