A cada ano, Febrace descobre novos talentos e gera oportunidades

Para o colunista, evento materializa o poder transformador que atividades de pesquisa exercem na formação de estudantes

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na nova edição de Ciência e Cientistas, o físico Paulo Nussenzveig, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física (IF) da USP, discorre sobre a importância da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, a Febrace.

Desde 2003, o evento tem descoberto novos talentos e gerado oportunidades. Com participação de alunos, professores, pais e escolas, a feira criada sob a liderança da professora Roseli de Deus Lopes, do Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica, é uma importante ação de incentivo à cultura investigativa, de inovação e empreendedorismo no Brasil.

“É incrível o poder transformador de atividades de pesquisa na formação de estudantes. Eles conseguem ir além do importante aprendizado de conhecimentos gerados por outros, tipicamente apresentado em livros e/ou outros relatos ou mídias”, relata o professor.

Ouça mais no áudio acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados