2017 deve ser ano melhor para a economia brasileira

Aumento de investimentos no País pode ocorrer, mas questão fiscal é problema fundamental a ser enfrentado

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

logo_radiousp790px

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Após um ano marcado pela queda do PIB e aumento do desemprego, 2017 deve trazer melhorias para a economia brasileira, avalia o professor Luciano Nakabashi em sua coluna desta semana. O cenário de crise persiste no Brasil e em boa parte do mundo, mas determinadas medidas apresentadas pelo governo Temer vão ao centro dos problemas da economia brasileiros e são bons indícios para a retomada da confiança de empresários e de investimentos no País, considera o professor.

Para Nakabashi, a PEC do teto de gastos, a reforma da Previdência, a tentativa de controle da inflação e, em especial, o enfrentamento da questão fiscal estão entre as medidas fundamentais que podem promover um cenário econômico mais favorável ao Brasil.

As incertezas residem na instabilidade política e nos escândalos de corrupção que rodeiam o atual governo, a respeito do qual sequer é possível saber se chegará ao final, afirma Nakabashi.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados