Prática e pesquisa dos laboratórios SuCor e Chronos na psicologia da saúde

Avelino Luiz Rodrigues, Elisa Maria P. Santos Rodrigues, Nathália Augusta de Almeida, Barbara Subtil de P. Magalhães – ECA

Por - Editorias: Artigos
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Avelino Luiz Rodrigues é coordenador do laboratório Chronos e docente do IPUSP - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Avelino Luiz Rodrigues é coordenador do laboratório SuCor e docente do IPUSP – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Elisa Maria Parahyba C. Rodrigues é coordenadora do laboratório Sucor e docente do IPUSP - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Elisa Maria Parahyba C. Rodrigues é coordenadora do laboratório Chronos e docente do IPUSP – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

 

Concomitantemente ao avanço da medicina, a humanidade progrediu também na percepção de suas limitações, tanto no que diz respeito às abordagens eminentemente físicas quanto, sobretudo, no que diz respeito à subjetividade. Multiplicaram-se as evidências de um grande crescimento na prevalência de doenças relacionadas ao estilo de vida e ao estresse.

Observou-se que muitas delas, apesar de se manifestarem em indivíduos com condições fisiopatológicas semelhantes, têm apresentado evoluções distintas, e os dados sugerem que tais variações estão relacionadas à maneira pela qual cada indivíduo lida com sua vida e o seu processo de adoecer.

Fica, portanto, cada dia mais evidente que o adoecimento é um estado que engloba todo o sujeito, que, por sua vez, possui emoções, compreensões e subjetividade antes, durante e após a doença. Tais noções convergem na necessidade de uma abordagem interdisciplinar, sendo a psicologia importante neste processo.

Desenvolveu-se, assim, um terreno fértil para o deslanchar da Psicologia da Saúde, da Psicossomática e da Psico-Oncologia como campos de saber que buscam identificar a relação entre determinados aspectos emocionais e o surgimento e evolução de doenças, a fim de se alcançar melhor prevenção e tratamento das mesmas. Busca-se promover uma visão integral do homem, além de auxiliá-lo a lidar com a situação de adoecimento, e considerar as três dimensões da existência humana: biológica, psicológica e social.

Nessas circunstâncias, os laboratórios Chronos – Centro Humanístico de Reabilitação em Oncologia e Saúde, coordenado pela professora Elisa Maria Parahyba Campos, e SuCor – Sujeito e Corpo, coordenado pelo professor Avelino Luiz Rodrigues, ambos da Universidade de São Paulo (USP), desde que surgiram, há mais de dez anos, se empenham em avançar no conhecimento das formas e mecanismos de funcionamentos mentais de pacientes de diversas enfermidades, com o intuito de desenvolver técnicas de intervenção psicológica mais eficazes para tratamento dessa população.

Desenvolveu-se, assim, um terreno fértil para o deslanchar da Psicologia da Saúde, da Psicossomática e da Psico-Oncologia, como campos de saber que buscam identificar a relação entre determinados aspectos emocionais e o surgimento e evolução de doenças, a fim de se alcançar melhor prevenção e tratamento das mesmas.

Este evento cumpre com o objetivo de apresentar e divulgar a produção científica desses laboratórios à comunidade, bem como promover conhecimento em Psicologia da Saúde, em uma perspectiva da prática clínica, ampliando o debate acerca das questões biopsicossociais que envolvem os processos de saúde-doença. Tem como público-alvo profissionais e acadêmicos, nos níveis de graduação e pós-graduação, da área da saúde.

Neste ano, as temáticas principais a serem discutidas serão a dor crônica e os mecanismos de enfrentamento do adoecimento. Os temas serão apresentados e debatidos por integrantes dos laboratórios e profissionais convidados que possuem experiência na prática clínica e em pesquisas na área. Além disso, os laboratórios pretendem apresentar pesquisas e conferências de significativo valor para o meio acadêmico e para isso contam com o apoio da Comissão de Cultura e Extensão Universitária.

Contaremos com a presença especial do professor Danilo Augusto Mendoza Faleiros, psicólogo e psico-oncologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que proferirá a conferência Enfrentamento: Novas demandas e antigos desafios e também participará como comentador da discussão de caso clínico intitulada Estratégias de enfrentamento em pacientes com câncer colorretal, apresentada pela psicóloga Mércia Aparecida Pereira de Andrade Scarton, integrante do laboratório Chronos e mestranda em Psicologia Clínica pelo IPUSP.

Neste ano, as temáticas principais a serem discutidas serão a dor crônica e os mecanismos de enfrentamento do adoecimento. Os temas serão apresentados e debatidos por integrantes dos laboratórios e profissionais convidados que possuem experiência na prática clínica e em pesquisas na área.

Teremos as participações da psicóloga e mestranda pelo Departamento de Psicologia Clínica do IPUSP Nathália Augusta de Almeida e do doutorando em Neurociência pelo IPUSP João Paulo Correia Lima, ambos integrantes do Laboratório SuCor, que apresentarão uma visão panorâmica e inicial do fenômeno da dor.

A psicóloga Barbara Subtil de Paula Magalhães, integrante do laboratório SuCor e mestre em Psicologia Clínica pelo IPUSP, apresentará um caso clínico intitulado Obstáculos para adesão ao tratamento de dor lombar crônica, que será comentado pela professora Dirce Maria Navas Perissinotti, psicóloga, doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP e pós-doutorada pelo Departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica da Unifesp.

Por fim, as questões relacionadas à adesão ao tratamento de pacientes com dor serão exploradas e amplamente discutidas em uma mesa-redonda, que contará com a presença do professor José Oswaldo de Oliveira Jr., médico e diretor do Departamento Central de Dor do Hospital A. C. Camargo, e também da professora Eliana Nogueira do Vale, psicóloga, mestre em Psicologia Clínica pelo IPUSP e doutoranda em Neurociências pelo IPUSP. A mediação será feita pelo professor Avelino Luiz Rodrigues, médico, professor doutor do Departamento de Psicologia Clínica do IPUSP e coordenador do Laboratório de Pesquisa Sujeito e Corpo (SuCor) do IPUSP.

O evento será gratuito e acontecerá no dia 21 de outubro, das 8h30 às 18 horas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.psicosaudeusp.com.br. Haverá ainda a transmissão na íntegra, através deste mesmo endereço virtual. Mais informações pelo e-mail jornadausp@yahoo.com.br.

 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail